TerraEsportesMundial 2002
  Mundial 2002 em: Argentina | Brasil | Costa Rica | Espanha | EUA | México | Uruguai
 Ligado no Mundial
Tudo o que você encontra na cobertura especial do Terra
Brasil é penta e vira dono do futebol até 2014
 

Domingo, 30 de junho de 2002, 09h47

São Paulo - O Brasil é o país do futebol - e continuará sendo, pelo menos, nos próximos 12 anos. Mais do que o pentacampeonato, o triunfo deste domingo sobre a Alemanha garantiu a hegemonia absoluta no esporte mais popular do planeta.

Até a Copa de 2014, nenhuma outra seleção poderá superar a Brasileira em números de títulos mundiais conquistados.

A matemática é simples: a taça levantada pelo capitão Cafu foi a quinta da história da Seleção Canarinho. Ainda que Alemanha ou Itália, nossos seguidores mais próximos (três títulos cada), vençam as duas próximas edições do torneio, em 2006 e 2010, conseguirão, no máximo, igualar o penta verde-e-amarelo.

Ninguém pode com o Brasil também quando o assunto é número de pontos ganhos (147) e gols marcados (191) em Copas do Mundo. Em finais disputadas, apenas os alemães competem de igual para igual: foram sete grandes decisões (1950, 58, 62, 70, 94, 98, 2002), três delas consecutivas, marcas idênticas às dos germânicos.

Os feitos dos antes desacreditados comandados de Felipão não param por aí. É a primeira vez desde 1950 que o Brasil tem o artilheiro do Mundial, Ronaldo, com oito gols - o único goleador máximo, desde 1974, a marcar mais de seis vezes. Ao lado de Rivaldo, o “Fenômeno” forma o ataque brasileiro mais eficiente de toda a história das Copas do Mundo: juntos, eles marcaram 20 gols nos Mundiais de 1998 e 2002.

Ao superar a Alemanha, o Brasil manteve também a escrita de ser a única seleção a vencer a Copa fora de seu continente - e por duas oportunidades. A primeira fora em 1958, na Suécia.

Confirmou, por fim, a supremacia sul-americana sobre os europeus. Agora são nove títulos para a América do Sul, contra oito da Europa.

Em uma mistura de ironia do destino com competência absoluta, foi justamente no Mundial das zebras que a mais tradicional de todas as seleções ampliou seu domínio implacável sobre as demais nações do planeta bola.

Longa vida aos reis do futebol!
 

Redação Terra
Mais Notícias
Felipão deve seguir no comando da Seleção?
Sim, só com ele trazemos o hexa
Não, o Brasil ganhou, mas não jogou bonito




 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2004,Terra Networks, S.A Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central de Assinate | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade