TerraEsportesMundial 2002
  Mundial 2002 em: Argentina | Brasil | Costa Rica | Espanha | EUA | México | Uruguai
 Ligado no Mundial
Tudo o que você encontra na cobertura especial do Terra
Brasil vence Turquia e faz confronto inédito com Alemanha na final
 

Quarta, 26 de junho de 2002, 10h18

Allen Chahad

São Paulo - O Brasil é finalista do Mundial 2002. O time do técnico Luiz Felipe Scolari bateu nesta quarta-feira a Turquia por 1 a 0, na cidade de Saitama (Japão), e pega os alemães na decisão. Esta será a primeira vez que a Seleção enfrentará a Alemanha na história dos Mundiais.

O gol da classificação foi marcado por Ronaldo. O atacante brasileiro agora é artilheiro isolado do Mundial com seis gols. Rivaldo e o alemão Klose têm cinco cada.

A grande final será disputada no domingo, às 8h, em Yokohama (Japão), com acompanhamento ao vivo do Terra Esportes.

Apesar de nunca terem se encontrado, brasileiros e alemães chegam pela sétima vez cada à decisão. Até hoje, as finais dos Mundiais só não contaram com um dos dois em quatro oportunidades.

O time do técnico Rudi Voeller tenta igualar o feito do Brasil, único tetracampeão. Já a Seleção quer o penta e confirmar sua hegemonia nas Copas. Ou seja, o duelo vai fazer com que as equipes saibam quem ficará com o reinado do futebol mundial nos próximos quatro anos.

A Turquia já fez neste ano de 2002 sua melhor campanha na história das participações em Mundiais. Nesta segunda vez que disputam, os europeus vão ainda brigar pelo terceiro lugar contra a Coréia. A partida acontece sábado, às 8h, na cidade coreana de Taegu.

O JOGO

Os jogadores brasileiros começaram desorientados em campo. Sem conseguir armar as jogadas de ataque, a Seleção recuou e tomou pressão dos turcos. O time só não tomou o gol aos 19 minutos graças a Marcos. A bola foi levantada na área, Ozalan cabeceou e o goleiro se esticou todo para buscar no cantinho.

Mas, depois disso, a equipe se ajustou em campo e passou a dominar a partida. Aos 20 minutos, Ronaldo recebeu dentro da área e bateu forte cruzado. Recber caiu e fez bela defesa também. E, um minuto mais tarde, Roberto Carlos invadiu a área, se livrou de um marcador e bateu de direita. A bola ficou na rede pelo lado de fora.

As melhores chances brasileiras saíam dos pés de Rivaldo. Aos 23 minutos, ele soltou uma bomba de fora da área e Recber fez a defesa parcial. Ronaldo bateu no rebote e o goleiro turco pegou mais uma.

Aos 33 minutos, Rivaldo arriscou de fora da área e colocou no cantinho esquerdo. Recber se esticou e faz bela defesa. Dois minutos depois, o meia recebeu de Edílson na entrada da área e bateu forte. A bola passou raspando a trave esquerda do gol turco.

Bem na marcação, a Seleção continuou buscando o gol até o final da primeira etapa. Aos 37 minutos, Kléberson cruzou na pequena área e Rivaldo chegou para finalizar. Novamente o goleiro Recber salvou a Turquia.

Os europeus só voltaram a ameaçar o gol de Marcos aos 41 minutos. Belozoglu cobrou com força uma falta na frente da grande área, mas mandou por cima do gol. A bola passou perto do travessão do goleiro brasileiro.

Mas, no contra-ataque, quase o time de Felipão surpreendeu. Roberto Carlos recebeu lançamento longo, invadiu a área com um drible em seu marcador e bateu de direita. Recber fez a defesa no centro do gol.

Aos 45 minutos aconteceu a última boa chance do Brasil. Roberto Carlos cruzou rasteiro na área e Recber fez a primeira defesa. Ronaldo tentou pegar o rebote, mas o goleiro tirou com um tapa em cima da hora.

Mas o tão suado gol saiu aos 4 minutos da segunda etapa com Ronaldo, que não fazia uma boa atuação. O atacante recebeu de Gilberto Silva e tocou de bico. O goleiro Recber ainda tocou na bola, que entrou no cantinho.

E a Seleção, apesar de ter recuado, passou a perder muitos gols nos contra-ataques. Aos 12 minutos, Ronaldo deixou Edílson na cara do gol. O atacante tentou tocar na saída do goleiro e a bola passou raspando a trave direita. Quatro minutos mais tarde, Ronaldo deixou Kléberson livre. O volante bateu forte, mas Recber fez a defesa.

Depois foi a vez de Luizão, que entrou no lugar de Ronaldo, perder seus gols. Aos 25 minutos ele recebeu lançamento livre, mas o goleiro turco deixou a grande área para fazer o corte. No minuto seguinte, Luizão tentou um voleio e quase marcou. A bola pingou na frente do goleiro e ficou na rede pelo lado de fora.

Os turcos só voltaram a ameaçar aos 32 minutos. Mansiz puxou contra-ataque e colocou por cima de Marcos, que tirou com a ponta dos dedos. Mas, dois minutos mais tarde, foi a vez de Denílson - que entrou no lugar de Edílson - perder sua chance. O atacante recebeu livre no campo de ataque e tentou encobrir Recber. A bola saiu por cima do gol.

Já aos 35 minutos, Marcos mais uma vez salvou o Brasil. Sukur recebeu dentro da área e bateu forte. O goleiro foi buscar a bola no canto esquerdo.

Mas, com Denílson, Rivaldo e Luizão segurando a bola no campo de ataque, o Brasil garantiu a vitória e enfrenta agora a Alemanha na final.
 

Redação Terra
Mais Notícias
Felipão deve seguir no comando da Seleção?
Sim, só com ele trazemos o hexa
Não, o Brasil ganhou, mas não jogou bonito




 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2004,Terra Networks, S.A Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central de Assinate | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade