TerraEsportesMundial 2002
  Mundial 2002 em: Argentina | Brasil | Costa Rica | Espanha | EUA | México | Uruguai
 Ligado no Mundial
Tudo o que você encontra na cobertura especial do Terra
Brasil larga bem com ajuda do juiz
 

Segunda, 3 de junho de 2002, 07h53

Fábio Takahashi

São Paulo – A Seleção Brasileira derrotou a Turquia por 2 a 1 nesta segunda-feira, em Ulsan, na Coréia do Sul, na estréia das duas equipes no Mundial 2002. Ronaldo fez o primeiro para o time do técnico Luiz Felipe Scolari. No segundo, o juiz marcou pênalti em falta fora da área e Rivaldo conferiu.

A equipe européia terminou o jogo com dois atletas a menos – Ozalan e Unsal foram expulsos.

O Brasil volta a jogar no sábado, às 8h30, contra a China, em Seogwipo. Os turcos enfrentam a Costa Rica um dia depois.

Com o corte do contundido Emerson, Gilberto Silva ganhou vaga na equipe titular. Cafu foi escolhido o novo capitão.

A Seleção começou forte na marcação ofensiva, como pediu Felipão em todos os treinamentos. Apesar disso, a equipe só conseguiu uma finalização certa aos 39min, quando Ronaldo fez bela jogada pela esquerda e cruzou. Rivaldo cabeceou bem, mas o goleiro Recber se recuperou e defendeu.

O ataque turco 'se fingiu de morto' durante quase toda a etapa. Apenas conseguia criar problemas quando a zaga brasileira se atrapalhava na saída de bola – Edmílson era o mais nervoso no setor.

No final do primeiro tempo, o time de Felipão começou a acertar as tabelas e melhorou. Mas foi neste momento que a Turquia abriu o placar. Aos 47min, o meia Basturk lançou Sas. Cafu chegou atrasado e o atacante turco mandou para as redes.

Os brasileiros voltaram do intervalo com outra disposição. Aos 4min, Rivaldo chegou a driblar o goleiro, mas perdeu a chance. Logo em seguida, o meia do Barcelona apareceu de novo e cruzou da esquerda. Ronaldo se atirou na bola e empatou o jogo.

Mesmo com o gol, os brasileiros não conseguiram manter o ritmo. Felipão colocou Denílson, Vampeta e Luizão nos lugares de Ronaldinho, Juninho e Ronaldo. A equipe seguiu no mesmo ritmo.

Aos 40min, o árbitro deu uma força. Luizão carregou a bola e foi puxado por Ozalan fora da área. O árbitro marcou pênalti e expulsou o zagueiro turco. Rivaldo conferiu e garantiu a vitória brasileira.

Antes do apito final, Unsal chutou a bola em Rivaldo antes de uma cobrança de escanteio e foi expulso.
 

Redação Terra
Mais Notícias
Felipão deve seguir no comando da Seleção?
Sim, só com ele trazemos o hexa
Não, o Brasil ganhou, mas não jogou bonito




 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2004,Terra Networks, S.A Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central de Assinate | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade